Sandro San – Consultoria em Marketing Digital

post-header

Eu quero que após o término da leitura desse artigo, você não seja mais o mesmo. Eu quero falar sobre o que muitas pessoas tentam, algumas exitosas, outras nem tanto, sobre aquilo que determina o que você vai encontrar na vida. Já disseram na história da humanidade que o mundo que nós vemos na nossa frente é o resultado do que temos na nossa cabeça. E a partir dessa noção, compreendemos que sim, isso é verdade, senão não existiriam os diferentes pontos de vista acerca de uma mesma coisa, por exemplo.

Essa é a compreensão do que é mindset, um conceito usado para simbolizar a noção de mundo que temos nas nossas cabeças, influenciando em cada ação, postura e reação diante daquilo que acontece conosco. Algo muito forte, como uma religião, por exemplo, que leva a pessoa a se tornar mais pacífica, mais compreensiva com as outras pessoas, mais generosa. Mas também há aquelas que se tornam mais agressivas, julgadoras, vingativas. A nossa vida, aliás, é de um mindset sobre outro mindset. Tanto assim é, que um mesmo conceito, que pode mudar o seu modo de ver o mundo, torna-se relativo diante da noção já pré-estabelecida na cabeça de alguém. É só você dar uma olhada nas teorias de sociedade moderna e nas diversas variações de interpretação até os dias atuais.

 

O MINDSET DO SENSO COMUM

Muitas pessoas ainda vivem debaixo da ditadura do senso comum. Para elas o único meio de chegar ao sucesso é tirando boas notas na escola, fazendo uma graduação, um MBA, para então se lançar ao mercado de trabalho. É sempre aquele caminho padrão que a gente vê nos milhares de artigos que te ensinam a chegar ao sucesso em 10 passos.

O mindset do senso comum, então, faz com que a pessoa aceite uma realidade padronizada, que funciona da mesma forma para todo mundo. Mas quem vive o mundo real sabe que não é fazendo um MBA que vai te garantir todos os sonhos profissionais que existem na sua cabeça, não mesmo.

O mindset do senso comum vai te pôr dentro de uma caixa e te adestrar, não permitindo que você consiga perceber aquele caminho que algumas pessoas que despontam no mercado com um sucesso estrondoso conseguem fazer. E o que isso gera? Frustração.

A sua realidade, a partir de agora, será apenas uma: conseguir encontrar o mindset que te forneça as bases adequadas para que você chegue ao sucesso. O que aprendemos até agora? Que não é aquela fórmula padrão que vai fazer com que você chegue até o sucesso, o que até pode acontecer, mas isso não deve ser uma regra. E por que não deve ser uma regra? Porque para cada pessoa, existe uma situação, que pode ser ou não similar às demais. E diante disso, não há como uma regra ser a mesma em seus efeitos para todas as pessoas, não é mesmo?

É essa a consciência que eu quero que você tenha antes de eu te dar as dicas para que você formule o seu mindset de sucesso. Conseguiu assimilar tudo?

 

QUAL O MINDSET QUE VOCÊ PRECISA?

O primeiro ponto é entender qual é o mindset que você precisa. Você já sabe que o seu caso não é necessariamente similar ao do seu concorrente, por exemplo. Agora o próximo passo é tentar achar as peças que fazem parte do seu quebra-cabeça.

Por exemplo, se você for um vendedor, qual o tipo de mindset precisará ter para se dar bem no mercado? Você precisa aprimorar a sua persuasão, qualquer pessoa diria, mas vamos bem mais além do que isso. O que a persuasão indica? A persuasão mostra uma falta de conformidade com a situação atual, junto com a esperança de que você vai poder mudar esse quadro da realidade para algo mais favorável a si mesmo. A persuasão mostra uma confiança em si mesmo, ao mesmo tempo em que explicita a sua visão de mundo alterável, moldável.

O mindset de uma pessoa persuasiva é de alguém que não enxerga a dificuldade como empecilho, mas como obstáculos a serem superados. Entende? Uma pessoa com esse tipo de visão formada normalmente é mais madura ao encarar adversários e situações adversas, adora desafios e sabe que precisa de algo muito básico para chegar ao sucesso: uma estratégia.

Ninguém é persuasivo sem uma estratégia, ela é o que faz com que alguém consiga exercer o seu poder de influência sobre os demais. Mas não vou falar de estratégia agora, mais a frente esse assunto vai ser mais explorado.

Aí você se pergunta “como eu posso me tornar numa pessoa que gosta de desafios?”. Simples, faça desafios o dia todo. Por exemplo, aposte consigo mesmo que você consegue tomar banho em 3 minutos, que você consegue se levantar mais cedo 15 minutos, que você pode correr aquela distância toda, que você consegue terminar de ler aquele livro importantíssimo que vai te dar outra noção de negócios. Coisas pequenas.

O maior erro dos pescadores iniciantes é querer pescar um peixe enorme logo na primeira vez. Se contente com as dezenas de peixinhos que caem na sua rede. Enquanto isso, pouco a pouco, você vai se aprimorando e tornando-se em um pescador mais preparado e apto para conseguir peixes maiores.

Comece por baixo. Muitas pessoas não curtem desafios arriscados com medo de não conseguirem chegar até o final e se frustrarem. Talvez seja esse o seu problema. Então, vá de coisas pequenas e depois vá aumentando a responsabilidade e a relevância dos desafios.

Se você quer ser um grande líder no mercado, precisará desenvolver dois tipos de características que indicam uma forma de ver o mundo bastante peculiar. Por exemplo, o líder deve ser compreensivo e encarar a situação através de múltiplos prismas. Então, ele não pode ficar bitolado a apenas um lado da realidade.

A solução para isso? Comece a conhecer outras ideologias, outras formas de ver o mundo, mesmo que para você pareça algo repulsivo, sempre há boas coisas a serem aprendidas de diferentes culturas e formas de pensar. E um líder necessita disso, até mesmo para entender o mercado, já que ali dentro há diversos tipos de pensamentos, objetivos e métodos para se chegar ao sucesso.

Ao passo que você vai compreendendo outras perspectivas, você mesmo se tornará mais claro e algumas dúvidas e receios poderão ser analisados e corrigidos.

 

 TUDO GIRA EM TORNO DE UMA ESTRATÉGIA

A melhor forma de saber se você tem um mindset correto e que atende às suas expectativas, objetivos e capacidades é perceber se o mesmo se materializa num projeto que tem como esqueleto uma estratégia. Cada coisa está em seu lugar por causa de um motivo. Cada parte do esqueleto age de uma forma para criar uma integração que permita uma simultaneidade entre as ações, de modo a obter o efeito desejado.

O seu mindset atual enxerga a necessidade de uma estratégia? É isso o que está faltando em inúmeros empreendedores digitais, um método, um meio de se chegar até onde é desejado.

O que vemos muitos fazerem hoje em dia? Seguir a já batida fórmula do funil de vendas, marketing de conteúdo, iscas digitais, landing pages extremamente persuasivas. Mas em que estratégia isso tudo se enquadra? “Na de vender mais, ora!”. Sim, mas o que foi que eu disse lá em cima? Que talvez aquela fórmula não dê certo para você também.

O fato é que existe muitas pessoas que estão seguindo esse mesmo caminho, mas não conseguem ser exitosos em sua campanha, amargando números baixos de vendas todos os meses e sem noção do que fazer para mudar esse quadro.

E aí nós chegamos à verdade principal: tudo gira em torno de uma estratégia. A estratégia utilizada é crucial para você chegar a um sucesso ou não. E esse é o mindset que você precisa ter, esse é o segredo maior, a verdade máxima de qualquer negócio bem sucedido: a aplicação de uma estratégia coerente com aquilo que você deseja.

Se você pretende chegar a um público que tem vergonha de sua condição, como, por exemplo, homens com disfunção erétil, você não pode aplicar a mesma fórmula de um empreendedor que trabalha com infoprodutos voltados para o emagrecimento e desenvolvimento muscular. Entende o que quero explicitar?

O seu mindset deve estar alinhado com a realidade e através disso criar uma estratégia. E daí você se pergunta “como eu posso criar uma estratégia para o meu negócio?”. Pode ser mais simples do que você imagina.

Pense que você está com um problema trabalhoso em casa. Você tem um filho que acabou de nascer e você não quer passar a noite em claro cuidando dele. O que tem que ser feito? Acostumá-lo a dormir na mesma hora em que você. Com isso, o que você faz? Quando chega a noite, diminui a luminosidade dentro de casa, os barulhos são quase inexistentes, você dá um banho morno no bebê e o deixa confortável para a noite de sono que se aproxima.

E a partir disso, muitos pais conseguem ter êxito em colocar seus filhos para dormir quase na mesma hora. E o que isso tem a ver com uma estratégia para os seus negócios?

Encare com atenção a anatomia de uma estratégia. Você identificou o problema (o bebê acordado a noite inteira), viu aquilo que poderia amenizar o problema (a diminuição da luminosidade e barulhos), investiu nessas ações amenizadoras ao mesmo tempo em que tomou uma atitude para consolidar o seu objetivo (deu um banho morno). O resultado? Colheu os frutos.

Como eu disse, as coisas podem ser bem mais fáceis do que você imagina, basta apenas ter o mindset certo. Treine essa sucessão de atitudes descritas no parágrafo acima para vários problemas que você encontrar no dia a dia. Pouco a pouco você conseguirá fazer tudo isso de forma natural.

About Sandro San

Sandro San

Especialista em vendas e um dos consultores mais bem pagos do país. É fundador da Empire, um grupo de empresas que se dedica a ajudar outros empreendedores a construírem negócios bem sucedidos.
Artigo anterior
Próximo artigo
Artigos relacionados